.

.


NOTÍCIAS

Violência no campo: Casal é morto após várias ocorrências no Pará

  A violência no campo no sul e sudeste do Pará não dá trégua e mais duas vidas foram abatidas na região. Um casal de idosos foi encontrado morto no sítio “Mogno do Índio”, onde vivia, localizado no Projeto de Assentamento UXI, às margens da Vicinal São Sebastião, a...
LEIA MAIS

Comissão de Anistia: Advogado denuncia retrocesso no governo golpista de Temer

O ministro da Justiça Torquato Jardim, que assumiu a pasta em maio deste ano, determinou que a consultoria jurídica do ministério avalie as decisões da Comissão de Anistia. Este órgão, consolidado nos governos do ex-presidente Lula, é responsável por determinar a concessão de anistia e reparação material – ou não – às vítimas da ditadura militar.

LEIA MAIS

Nota Pública do PCdoB sobre o assassinato do prefeito de Tucuruí

Enquanto a população homenageia o prefeito Jones William, o governador Jatene foge de suas responsabilidades.

LEIA MAIS

Prefeito de Tucuruí é baleado e morre em atentado no Pará

Jones William vistoriava operação tapa buraco quando foi abordado por dois homens em uma moto, que atiraram contra ele.

LEIA MAIS

Pistoleiros ameaçam trabalhadores rurais em acampamento no Pará

Barracas e roças foram queimadas, o que aumenta o clima de tensão entre as famílias do acampamento Hugo Chávez

LEIA MAIS


NOTÍCIAS ANTERIORES

Nota Pública: Violência Do Latifúndio E Omissão Do Estado Fazem Nova Vítima Em Pau D’Arco

É  urgente que o governo federal e o do Pará adotem medidas efetivas para garantir a vida e a integridade das trabalhadoras e trabalhadores rurais acampados da Fazenda Santa Lúcia, bem como garanta uma investigação isenta e rigorosa da chacina dos 10 de Pau D`Arco e a de Roseildo, ocorrida na noite de ontem, 7 de julho de 2017.

Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos com todas as organizações que o compõe

ler mais

Norte e Nordeste concentram 90% das mortes de ativistas de direitos humanos em 2016

Rondônia, Pará e Maranhão concentram 90% dos assassinatos de defensores e defensoras de direitos humanos no Brasil ocorridos em 2016. A informação é do dossiê “Vidas em Lutas: criminalização e violência contra defensoras e defensores de direitos humanos no Brasil”, lançado nesta terça-feira (4) em Marabá, no sudeste do Pará, na Universidade Federal Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA).

ler mais

Parceiros

Sites Relacionados

Redes Sociais

Coleções de Fotos

  • 1ª Caravana de Familiares de Mortos e Desaparecidos no Araguaia